Influência do Marketing Social na Imagem Corporativa

Sonia Francisca Monken, Aléssio Bessa Sarquis, Vilmar Antonio Gonçalves Tondolo, Maurício Andrade de Lima

Abstract


Hoje, as empresas se preocupam em demonstrar afinidade com consumidores interessados em causas sociais. Alguns estudos afirmam que houve aumento na responsabilidade social das empresas e que a atitude empresarial afeta a vontade de compra dos consumidores. Este artigo buscou analisar em que medida campanhas de marketing social influenciam na imagem corporativa, incluindo identificar os principais fatores que influenciam na imagem corporativa das empresas que investem em marketing social e verificar a correlação entre os diferentes fatores que influenciam na imagem corporativa. Trata-se de estudo exploratório, quantitativo, pelo método levantamento de campo, com a aplicação de questionário auto administrado e amostra de 220 universitários. Os dados foram analisados por meio de testes estatísticos de correlação de Spearman, Mann-Whitney e Wilcoxon W. Os resultados inferem correlação linear significativa entre campanhas de marketing social e fatores que influenciam na imagem corporativa, mas não apontam correlação linear significativa entre os fatores que influenciam na imagem corporativa, investimento em marketing social e a frequência de uso dos produtos. O estudo apontou que campanhas de marketing social é um fator de influência com baixa relevância na imagem corporativa, e que os fatores de influência mais importantes são qualidade e preço.

Keywords


Marketing Social. Marketing Relacionado a Causas. Imagem Corporativa. Campanha Social.

References


Albino, A. et al. (2013) Responsabilidade social corporativa e uso de iniciativas de marketing para o bem estar da sociedade: estudo no APL Moveleiro de Ubá. Revista de Administração da UEG, 3 (2), 43.

Andreasen, B., & Kotler, P. (1991) A framework for marketing image management. Sloan management review, 32(2), 94-104.

Bloom, P., Hoeffler, S., Keller, K., & Meza, C. (2012) How social-cause marketing affects consumer perceptions image. Disponível em http://sloanreview.mit.edu/article/how-socialcause-marketing-affects-consumer-perceptions/ Acesso em 15 mar. 2015.

Brenkert, G. (2002) Ethical challenges of social marketing. Journal of Public Policy and Marketing, Chicago, Spring, 2002.

Brunk, K. (2010) Exploring origins of ethical company/brand perceptions: a consumer perspective of corporate ethics. Journal of Business Research, 63(3), 255-262.

Camargo, M. (2001) Gestão do terceiro setor no Brasil. São Paulo: Futura.

Carroll, A., & Buchholtz, A. (2014) Business and society: ethics, sustainability, and stakeholder management. London: Cengage Learning.

Churchill J., Gilbert A. & Peter, J. (2000) Marketing: criando valor para os clientes São Paulo: Saraiva.

Collis, J, & Hussey, R. (2005) Pesquisa em administração: um guia prático para alunos de graduação e pós-graduação. Porto Alegre: Bookman.

Crivelaro, R. (2003). Comunicação mobiliza, campanhas informam. São Paulo: Socialtec.

Da Silva, F. et al. (2012) Análise das estratégias de marketing associadas a causas sociais: um estudo na cidade de Belo Horizonte. Revista da Faculdade de Administração e Economia, 3 (2), 32-55.

De Oliveira, F. (2006) Estratégias de responsabilidade social corporativa: um estudo sobre os 231 casos concretos do Instituto Ethos. RECADM, 5 (1), 1-14.

Fontes, M. (2001) Enfim, marketing social resgatado, Online . Consultado em 10/11/2013.

Froemming, L., & Souza, N. (2013) A responsabilidade social corporativa e a importância do marketing social. Revista de Administração, 8 (15), 69-84.

Garay, A. (2001) Programa de voluntariado empresarial: modismo ou elemento estratégico para as organizações? Revista de Administração da Faculdade de Economia e Contabilidade da Universidade de São Paulo, 36 (3), 10.

Grönroos, C. (1995). Marketing: gerenciamento de serviços: a competição por serviços na hora da verdade. Rio de Janeiro: Campus.

Handelman, J. et al. (1999). The role of marketing actions with a social dimension: appeals to the institutional environment. Journal of Marketing, 63, 33-48.

Hair, J., Black, B., Babin, B., Anderson, R., & Tatham, R. (2009). Análise multivariada de dados. Porto Alegre: Bookman.

Higuchi, A., & Vieira, F. (2012) Responsabilidade social corporativa e marketing social corporativo: uma proposta de fronteira entre estes dois conceitos. Acta Scientiarum. Human and Social Sciences, 34 (1), 31-40.

Ikeda, A., Campomar, M., & Miuri, I. (2000) Combate ao desperdício da energia elétrica: um caso de marketing societal. Revista de Administração da Faculdade de Economia e Contabilidade da USP, 35 (1), 5-7.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Disponível em: . Acesso em: 15 nov. 2003.

Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social [ETHOS] (2015). Disponível em http://fenix.ethos.org.br/ListaAssociadasPorPorteEstado.aspx Acesso em 15. Mar.2015.

Kloppenborg, T. J., & Tesch, D. (2015). How Executive Sponsors Influence Project Success. MIT Sloan Management Review, 56(3), 27.

Kotler, P., & Fox, K. (1994) Marketing estratégico para instituições educacionais. São Paulo: Atlas.

Kotler, P. (1978) Marketing para as organizações que não visam lucro. São Paulo: Atlas.

Kotler, P., & Roberto, E. (1992) Marketing social: estratégias para alterar o comportamento do público. Rio de Janeiro: Campus.

Lee, N., & Kotler, P. (2011) Social marketing: Influencing behaviors for good. New York: Sage.

Maon, F., Lindgreen, A., & Swaen, V. (2010) Organizational stages and cultural phases: a critical review and a consolidative model of corporate social responsibility development. International Journal of Management Reviews, 12(1), 20-38.

Marin, E., & Amaral, M. (2012) A responsabilidade social e o marketing: reflexos na atitude e na lealdade do consumidor de supermercados em São Paulo-SP. Revista Alcance, 19(1), 24-34.

Mazutis, D., & Slawinski, N. (2014) Reconnecting Business and Society: Perceptions of Authenticity in Corporate Social Responsibility. Journal of Business Ethics. 131(1), 137-150

Mejri, M., & De Wolf, D. (2012) Analysis of retailers' communication approaches in sustainability and social responsibility reports. International Journal of Marketing Studies, 4(2), 30-44.

Melo Neto, F. (2001) Gestão de responsabilidade social corporativa. Rio de Janeiro: QualityMark.

Mendonça, P. (2000) O marketing e sua relação com o social: dimensões conceituais e estratégicas. In: Anais do Encontro da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração – Enanpad: ed. Enanpad, Florianópolis.

Nascimento, C., Jimenez, G., & Campomar, M. (2014) A rede social como fonte de informação para o processo de decisão de compra. Future Studies Research Journal: Trends and Strategies, 6(2), 30-47.

Nomura, J.; De Souza, M. (2007) A critic revision of the social marketing concept. Iberoamerican Journal of Strategic Management (IJSM), 3 (1), 45-52.

Novais, F. et al. (2010) Marketing relacionado as causas como vantagem competitiva: um estudo com jovens universitários na cidade de Belo Horizonte. SEMEAD–Seminários em Administração, (13).

Moretti, S., & Figueiredo, J. (2008) Análise bibliométrica da produção sobre responsabilidade social das empresas no Enanpad: evidências de um discurso monológico Revista de Gestão Social e Ambiental, 1(3), 21-38.

Patino, A., Kaltcheva, V., Pitta, D., Sriram, V., & Winsor, R. (2014) How important are different socially responsible marketing practices? An exploratory study of gender, race, and income differences. Journal of Consumer Marketing, 31(1), 2-12.

Peloza, J. & Shang, J. (2011) How can corporate social responsibility activities create value for stakeholders? A systematic review. Journal of the Academy of Marketing Science. 39 (117), 117-135.

Pozo, H., & Tachizawa, T. (2012) Responsabilidade social corporativa e marketing social: um estudo exploratório em empresas para o fortalecimento do turismo na região da baixada santista (São Paulo/BR). Guia de Estilo para Autores, (10), 357.

Pringle, H., & Thompson, M. (2000) Marketing social: marketing para causas sociais e a construção das marcas. São Paulo: Makron Books.

Quelch, J., & Rangan, V. K. (2003) Lucre globalmente, doe globalmente. Harvard Business Review, 81 (12), 8-9.

Rabaça, C., & Barbosa, A. (1996) Marketing: segredos e estratégias. São Paulo: Saraiva.

Richardson, R. (2008) Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas.

Siegel, S. (1975) Estatística não-paramétrica para as ciências do comportamento. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil.

Silva, R., & Chauvel, M. (2011). A responsabilidade social das empresas e seus efeitos no comportamento do consumidor: um estudo qualitativo. Revista de Gestão Social e Ambiental, 5(2), 172-186.

Silva, R., & Motta, P. (2014) Os efeitos do cause-related marketing no comportamento do consumidor. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 8(2), 18-34.

Stanton, W. (1980) Fundamentos de marketing. São Paulo: Pioneira

Tavares, M. (1998) A força da marca. São Paulo: Harbra.

Vieira, F., Higuchi, A., Schneider-de-Oliveira, R., & Corrêa, P. (2007) Marketing social corporativo: estado-da-arte e proposição de um modelo conceitual. Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração, 31, 1-6.

Wilmer, W. & Basi, D. (2007). Social Marketing: Advances in Research and Theory. Journal of Non-Profit & Public Sector Marketing, 17, 1-2.

Weinreich, N. (2011). Hands-On Social Marketing: A Step-by-Step Guide to Designing Change for Good. SAGE Publications Inc.

Wu, S., & Wang, W. (2014) Impact of CSR perception on brand image, brand attitude and buying willingness: a study of a global café. International Journal of Marketing Studies, 6(6), 43.


Full Text: PDF (Português (Brasil))

Refbacks

  • There are currently no refbacks.




Iberoamerican Journal of Strategic Management  e-ISSN: 2176-0756

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional