Strategies for Survival And Advance in a Third Sector Organization: The Role of Knowledge Enablers in the Junior Achievement of Minas Gerais

Carlos Ronan de Alvim Braga, Maria Celeste Reis Lobo Vasconcelos, Emerson Antonio Maccari, Jorge Tadeu de Ramos Neves

Abstract


Knowledge and innovation have always worked together. Some authors associate knowledge management (KM) as a strategic determinant factor for organization development and for the process of continuous innovation with its resulting increase in competitiveness. This article aims to investigate the contributions of the knowledge enablers for knowledge creation and the strategies of survival and advance in a third sector company, following the model of Von Krogh, Ichijo and Nonaka (2001). The descriptive case study was conducted at Junior Achievement of Minas Gerais (Jamg), whose mission is the diffusion of entrepreneurial education and it has the knowledge and innovation as its main products and also its main assets. The results showed that the analyzed knowledge enablers contribute for the creation of knowledge in Jamg, and therefore for their survival and advancing strategies. The keystone "Creating a Proper Context" reveals what appears to be the strongest point of the organization: the quality of its indoor environment, in which the employees relationships appear to be "permeated by solicitude and humanism". Some points for improvement were also identified.

Keywords


Strategy; Knowledge Creation; Knowledge Enablers; Knowledge Management; Innovation.

References


BNDES. (n.d.). Terceiro Setor e Desenvolvimento Social. Disponível em: http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/export/sites/default/bndes_pt/Galerias/Arquivos/conhecimento/relato/tsetor.pdf. Acesso em: 23 jul. 2013.

Choo, C. W. (2003). A organização do conhecimento – Como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. São Paulo: Editora Senac São Paulo.

Collis, J.; Hussey, R. (2005). Pesquisa em Administração. 2. ed. Porto Alegre: Bookman.

Davenport, T. H.; Prusak, L. (2003). Conhecimento Empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. 13. ed. Rio de Janeiro: Elsevier.

Junior Achievement de Minas Gerais. (n.d.). Página Inicial. Disponível em: http://www.jamg.org.br/. Acesso em: 23 jul. 2013.

Júnior, M. V. de C. (2013) A contribuição da aprendizagem organizacional e da gestão do conhecimento nas estratégias de sobrevivência e avanço dos negócios de uma empresa familiar de médio porte. Dissertação de Mestrado. Pedro Leopoldo, 2013.

Kuniyoshi, M.S. et al. (2013). Institucionalização do knowledge based view: um estudo das práticas gerenciais de gestão do conhecimento e suas contribuições para a competitividade das empresas do setor elétrico-eletrônico. Revista de Administração da UNIMEP – v.11, n.2, Maio/Agosto – 2013.

Nonaka, I.; Takeuchi, H. (1997). Criação de conhecimento na empresa. 13. ed. Rio de Janeiro: Elsevier.

Portal G1 (Globo). (2013). Brasil deve recuperar posto de 6ª maior economia em 2013, mostra FMI. Disponível em: http://g1.globo.com/economia/noticia/2013/04/brasil-deve-recuperar-posto-de-6-maior-economia-em-2013-mostra-fmi.html. Acesso em: 23 jul. 2013.

PORTAL UOL (2013) http://mais.uol.com.br/view/1575mnadmj5c/poder-e-politica-jorge-gerdau-completo-56-min-0402CC1A3570C4994326?types=A& Acesso em: 2 junho 2014.

Probst, G.; Raub, S.; Romhardt, K. (2002). Gestão do conhecimento: os elementos construtivos do sucesso. Porto Alegre: Bookman.

Sá, F.B. et al. (2013). Práticas de Gestão do Conhecimento: um estudo de organizações mineiras. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v. 3, n. 1, p. 114-131, jan./jun. 2013.

Santos, A.E.M.; Popadiuk, S. (2010). Gestão do Conhecimento e a capacidade de competição. Revista Contemporânea de Economia e Gestão. Vol.8 - Nº 1 - jan/jun/2010. (21-32).

Silva, M. (2013). Contribuições dos Capacitadores do Conhecimento e das Estratégias de Sobrevivência e Avanço para o Aumento da Competitividade de uma Empresa Multinacional do setor Alimentício. Dissertação de Mestrado. Pedro Leopoldo, Minas Gerais.

Stewart, T. A. (2002). A riqueza do conhecimento: o capital intelectual e a organização do século XXI. Rio de Janeiro: Campus.

Von Krogh, G.; Ichijo, K.; Nonaka, I. (2001). Facilitando a criação do conhecimento. Rio de Janeiro: Campus.

Yin, R. (2010). Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman.


Full Text: PDF (Português (Brasil))

Refbacks

  • There are currently no refbacks.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Iberoamerican Journal of Strategic Management  e-ISSN: 2176-0756