Solidarity Economy and Strategy: Principles and Between Pragmatism

Luís Miguel Luzio dos Santos, Saulo Fabiano Amâncio Vieira, Benilson Borinelli

Abstract


The contradictions of the contemporary world reach alarming levels, which endangers the planetary sustainability, both environmental, social , or economic, which requires rethinking the current economic - production model. The Solidarity Economy (SE ) is presented as an alternative to the current system , focused on the socio-economic inclusion , self-management, equity and solidarity. The present study sought to identify and analyze the strategies used by three developments of solidarity economy that have achieved a certain degree of consolidation and success on projects from all congeners in action in the region of Londrina - PR. The article sought through exploratory , descriptive and qualitative research via document analysis and interviews with leading executives from each of the projects, understand the choice of strategies and their performance in the market. It is perceived that conventional strategic models do not apply to most solidary enterprises considering its particularities and purposes. The question and the point of tension that emerge from these experiments is how to replace or combine the traditional logic of profit maximization with maximization of social inclusion and alternative sociability, fundamental elements of the Solidarity Economy.

Keywords


Solidarity Economy; Strategy; Sustainability.

References


Ansoff, H. Igor e Mcdonnell Edward J. (1993) Implantando a administração estratégica. 2.ed (Trad.). Antônio Zorato Sanvicente. São Paulo: Atlas.

Bailey, A.; Avery, C. (1998) Discovering and defining the process of strategy development. In: Ambrosini, V.; Johnson, G.; Scholes, K. Exploring Techniques of Analysis and Evaluation in Strategic Management. London: Prentice Hall.

Barbosa, R.N.C. (2007) Economia solidária como política pública: uma tendência de geração de renda e ressignificação do trabalho no Brasil. São Paulo: Cortez.

BRASIL. (2009) Lei 11.947/2009 (Lei Ordinária). Publicada no D.O.U. de 17/06/2009. Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar e do programa dinheiro direto na escola aos alunos da educação básica, altera a Lei n° 10.880, de 9 de junho de 2004, 11.273, de 6 de fevereiro de 2006, 11.507, de 20 de julho de 2007; revoga dispositivos da Medida Provisória n° 2.178-36, de 24 de agosto de 2001, e a Lei n° 8.913, de 12 de julho de 1994; e dá outras providências. Brasília, 2009b. Disponível em . Acesso em: 22 de novembro de 2013.

Cattani, Antonio David (Org.). (2003) A outra economia. Porto Alegre: Veraz.

Cruz, Zuleica G. e Luzio-Dos-Santos, Luis M. (2010) Economia solidária em Londrina: potencialidades e desafios. In. Borinelli, Benilson (Org.). A economia solidária em Londrina aspectos conceituais e a experiência institucional. Londrina.

Furtado, C. (1991) Formação Econômica do Brasil. Rio de Janeiro: Cia das Letras, 2009.

Ignácio, O. M. C.; Souza, L. M. S. (2010) Gestão estratégica aplicada ao cooperativismo solidário: uma alternativa de fortalecimento para os agricultores familiares. Disponível em:< http://www.sober.org.br/ palestra /9/885.pdf>. Acesso em: 20 de out. 2010.

Kotler, Philip. (2000) Administração de Marketing. 10ª ed. São Paulo: Prentice Hall.

Laro, Rodrigo. (2010) Marketing Social e Economia Solidária: uma aliança estratégica e inclusiva para a transformação da sociedade. Disponível em:. Acesso em 21 de out. de 2010.

Luzio-Dos-Santos, Luis Miguel. (2010) Apostila de socioeconomia. Londrina. Universidade Estadual de Londrina.

Luzio-Dos-Santos, L.M.; Borinelli, B. (2010) Economia Solidária: propostas e perspectivas In: Borinelli, B.; Luzio-Dos-Santos, L.M.; Pitaguari, S.O.(Org.). Economia solidária em Londrina: aspectos conceituais e a experiência institucional. Londrina: Eduel.

Mance, E.A. (1999) A revolução das redes: a colaboração solidária como uma alternativa pós-capitalista à globalização atual. Rio de Janeiro: Vozes.

Miles, R.; Snow, C. C. (1978) Organizational strategy, structure and process. London: Mc Graw – Hill.

Mintzberg, H. (1994) The rise and fall of strategic planning. Hemel Hempstead: Prentice Hall.

Oliveira, Djalma P. R. (2005) Estratégia empresarial e vantagem competitiva. 4ª ed. São Paulo: Atlas.

Pochmann, Márcio. (2004) Políticas de Inclusão Social: resultados e avaliação. São Paulo: Cortez.

RodrigueS, Eduardo; Florbela Samagalo; Ferreira, Hélder; Mendes Maria M.; Januário, Susana. (2010) A pobreza e a exclusão social: teorias, conceitos e políticas públicas em Portugal. Disponível em: . Acesso em: 06 de nov. 2010.

Sachs, I. (1996) Desenvolvimento, sustentável, sustentado. Rio de Janeiro: Garamond.

Santos, B.S. (org.) (2002) Produzir para Viver: os caminhos da produção não capitalista. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Singer, Paul. (2002) A recente ressurreição da economia solidária no Brasil. In: Santos, Boaventura de Souza (Org.). Produzir para viver: Os Caminhos da Produção não Capitalista. São Paulo: Civilização.

______. (2003) Economia solidária. In: Cattani, Antonio David (Org.). A outra economia. Porto Alegre: Veraz.

Treacy, Michael; WiersemA, Fred. (1995) A disciplina dos líderes de mercado: escolha seus clientes, direcione seu foco, domine seu mercado. 3. ed. Rio de Janeiro: Rocco.

Vasconcellos Filho, P. (1984) Planejamento estratégico para a retomada do desenvolvimento. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos.

Vergara, Sylvia Constant. (2004) Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 5.ed. São Paulo: Atlas.

Vieira, S. F. A.; Negreiros, L. F.; MelattI, G. ; Gimenez, F. A. P. ; Souza, J. F. C. F. ; Pelisson, C. (2013). Formação de estratégias em micro e pequenas empresas do comércio de londrina: uma abordagem sob a perspectiva das configurações. Revista da Micro e Pequena Empresa (FACCAMP), v. 7, p. 100.


Full Text: PDF (Português (Brasil))

Refbacks

  • There are currently no refbacks.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Iberoamerican Journal of Strategic Management  e-ISSN: 2176-0756